em Arquitetura, Construção - Tempo de leitura: 3 minutos

Na hora de construir, a ventilação e a iluminação natural são alguns dos aspectos que devem ser observados para criar ambientes agradáveis para seus usuários.

E o tipo de telhado que você escolhe influencia diretamente nesses dois quesitos. Além do aspecto funcional — com a ventilação e iluminação, essa escolha também influencia na estética do seu projeto arquitetônico.

Ou seja, o tipo de telhado não só vai moldar a estrutura do seu imóvel, como também vai garantir que a vivência e a experimentação daquele espaço seja a mais confortável possível.

Por isso, reunimos neste artigo orientações para você avaliar qual é a opção de cobertura correta para sua casa: quais são as principais variações, suas vantagens e desvantagens.

 

Telhado inclinado

Esse é o tipo de telhado mais comum no Brasil. Trata-se de uma estrutura feita com madeira e telhas cerâmicas. Este material também proporciona conforto térmico e tem o custo acessível.

O telhado inclinado ainda facilita o escoamento das águas, o que é positivo para o clima brasileiro no qual ocorrem muitas chuvas. Outra vantagem de utilizá-lo é a possibilidade de construir casas com o pé direito alto, facilitando a ventilação.

A inclinação indicada da cobertura gira em torno de 30%, variando de acordo com o fabricante de cada telha. A única desvantagem é que esse tipo de telhado é pesado e exige uma boa estrutura para sustentar as telhas.

A depender da quantidade de lados de inclinação, esse tipo de telhado também sofre variações. Confira:

Telhado uma água

Essa cobertura possui apenas uma face de escoamento e, portanto, é mais simples de ser construída. É ideal para imóveis pequenos, necessitando de menos material de construção.

Prédio com um telhado de apenas uma água.

 

Telhado duas águas

Possui duas faces de escoamento de água e também está entre os tipos de telhados mais fáceis de construir.

Uma construção com um telhado de duas águas.

Só não é indicado para áreas onde venta muito. Divide-se em dois tipos:

  • Telhado cangalha: quando as duas partes do telhado se encontram no centro do imóvel, chamado cumeeira;
  • Telhado americano: quando as partes não se encontram, ficando uma água do telhado superior a outra — o que pode elevar o custo do projeto.

Telhado três águas

Com o formato triangular, esse tipo de telhado é ideal para locais onde há muito incidência de chuvas. Ele possui três faces de escoamento de água.

Telhado quatro águas

Também é um opção certeira para quem deseja construir em locais chuvosos. Essa cobertura possui quatro faces de escoamento e é comumente encontrada em projetos mais modernos.

 

Telhado invertido

Ideal para projetos inovadores e ousados, esse tipo de telhado tem uma inclinação inversa, para o centro da cobertura do imóvel. É indicado para locais onde não ocorre muita chuva, por trazer o risco de acúmulo de água. E justamente para evitar esse problema, requer mão de obra capacitada para sua construção.

Telhado sustentável

Utiliza materiais da natureza para a composição da sua estrutura. Embora apresentem custos de construção mais elevados em relação aos tipos de telhados mais tradicionais, são opções que reduzem o consumo de energia por conta da utilização de materiais com bom desempenho térmico. Veja só:

Telhado de sapê

Utilizado para a construção de imóveis com aspecto mais rústico, essa matéria-prima é um ótimo aliado do isolamento térmico. Isso porque o sapê não absorve o calor e mantém a temperatura do ambiente agradável por mais tempo, o que evita o uso de condicionadores de ar, por exemplo. Duram em média cinco anos.

Telhado verde

Essa cobertura é ideal para áreas de grande concentração de concreto, pois absorve cerca de 90% a mais de calor do que as telhas tradicionais.

Casas com o telhado coberto por uma camada de vegetação são chamados de telhados verdes.

O telhado verde possibilita o aumento da umidade local, isolamento térmico e pode assumir a função de horta.

Exige a contratação de mão de obra especializada para a execução adequada tanto do cálculo estrutural quando da inclinação e impermeabilização da cobertura.

 

Telhado plano

Integra o hall da arquitetura modernista e é mais simples de ser construído, ou seja, mais barato em relação às outras coberturas. Esse tipo de telhado cria mais um ambiente para o imóvel, podendo abrigar desde um telhado verde ou até mesmo placas de energia solar.

Casa do interior com o telhado plano.

No entanto, se não for bem feito, aumentam as chances de infiltrações e pode tornar o ambiente muito mais quente.

Assim como em qualquer etapa de uma construção, é preciso analisar todas as opções levando em conta as características locais,condições climáticas e, claro, a relação custo-benefício de cada material para sua realidade.

Contar com um apoio profissional é sempre um bom caminho para a tomada de decisão do tipo de telhado correto para sua casa.

Mas, se ficou com alguma dúvida, não hesite: deixe seu comentário abaixo que ajudaremos você!

Comentários
Posts Recentes
OPORTUNIDADES DE NEGÓCIO?
Bons negócios começam com uma boa conversa. O que você procura?
RESIDENCIALCOMERCIALINVESTIR

Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar