em Economia, Geral, Imobiliária - Tempo de leitura: 4 minutos

Francisco Beltrão é uma dessas cidades com até 100 mil habitantes que representam 95% dos municípios brasileiros. Mas, seu grande diferencial é atrair cada vez mais investimentos e novos moradores.

De qualquer ângulo da área urbana o que se vê no horizonte são construções a todo vapor: casas, prédios, galpões de empresas.

O crescimento imobiliário persiste há anos. Em parte, é impulsionado pela economia de base industrial, e por Francisco Beltrão ser um importante polo universitário.

No entanto, é a qualidade de vida que tem tornado o município o destino de muitas famílias do Paraná e de outros Estados. Elas chegam atraídas por algum dos vários títulos que a cidade tem recebido nos últimos anos. Entre eles:

  • O de 5ª melhor cidade brasileira em infraestrutura, em levantamento da consultoria Urban Systems divulgado em 2016 pela Revista Exame.
  • O de 27ª cidade brasileira com até 100 mil habitantes mais desenvolvida e com melhor ambiente para se fazer negócios (da mesma pesquisa de 2016).
  • O de 37ª em qualidade de vida na terceira idade. Ou seja, uma das 40 melhores pequenas cidades para envelhecer do Brasil (até 100 mil habitantes).
  • O de melhor cidade do Brasil em atenção à juventude, em levantamento feito pela Austin Ratings e divulgado pela Revista Isto É em 2015.
  • Beltrão ainda ocupa boas posições em outros quesitos entre as cidades de médio porte, como em habitação (49ª do Brasil) e responsabilidade social (21ª), além de ser considerada a 64ª melhor cidade de médio porte do país.

 

O que faz Francisco Beltrão tão especial?

Francisco Beltrão, Chico Beltrão ou Chico Bel, como é carinhosamente chamada, é a principal cidade do Sudoeste do Paraná. Fica no coração de uma mesorregião composta por 42 municípios. Em agosto de 2018 teve sua população estimada em 89.942 habitantes, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

 

Distante aproximadamente 492 km da capital Curitiba, a cidade também tem como referências Cascavel – a quase 130 km; Foz do Iguaçu (a 290 km); a divisa com Santa Catarina a cerca de 30 km ao Sul; e com a Argentina, em torno de 70 Km a Oeste.

O fato de ser o maior município do Sudoeste do Estado colabora para a economia beltronense concentrar a maior fatia do comércio e dos serviços da região. A cidade é referência para os municípios menores e também para pequenas cidades da vizinha Santa Catarina.

Além disso, as indústrias têxtil, de móveis e de alimentos, e a própria administração pública são importantes geradores de empregos e renda.

 

Economia beltronense é diversificada

Francisco Beltrão experimentou uma transformação em sua economia, que passou de exclusivamente rural/agrícola à industrial e forte também no setor terciário, com a instalação de universidades e hospitais.

 

hospital-francisco-beltrao

Hospital Regional do Sudoeste – Dr. Walter Alberto Pecóits, atende todas as cidades da mesorregião do sudoeste paranaense. (Fonte foto: Levy Ferreira)

Essa transição durou em torno de 30 anos e hoje garante a estabilidade da sua matriz econômica. As atividades que fomentam o desenvolvimento e, consequentemente o crescimento do município, são claramente:

1-Setor primário:

Agricultura e pecuária têm significativa importância na formação do Produto Interno Bruto (PIB) municipal.

Na primeira atividade as duas principais culturas são a soja e o milho. Porém, Francisco Beltrão também produz aveia, batata-doce, cana-de-açúcar, feijão, fumo, mandioca, trigo e uva comercialmente.

Na pecuária a bovinocultura, suinocultura e avicultura acontecem paralelamente à produção de leite, mel e ovos de galinha e de codorna.

2-Setor secundário:

Francisco Beltrão é o polo de confecções de vestuário, setor que possui mais de 100 empresas na mesorregião do Sudoeste do Paraná.

A produção industrial ainda conta com o setor moveleiro, de metal-leve e agroindustrial. Este último é o destaque e inclui fábricas que chegam a absorver perto de 10% da população economicamente ativa.

 

valor-lote-francisco-beltrao-comprar-imovel-qualidade-de-vida-

Sede da Marel S.A., tradicional empresa do setor moveleiro, a fábrica conta com 40mil m² de área construída e aproximadamente 400 colaboradores. (Fonte foto: Marel S.A.)

Outra caraterística do município é o constante incentivo à criação de pequenas indústrias. Isso acontece, por exemplo, através da delimitação de distritos industriais em diferentes áreas da cidade. Atualmente são cinco.

3-Setor terciário:

Mais uma vez é Francisco Beltrão que concentra esse seguimento econômico da região Sudoeste do Paraná. É na cidade que ficam o Instituto Médico Legal (I.M.L), responsável por 27 municípios da região. Além de uma seção técnica da Polícia Científica que abrange um total de 42 municípios, e o Centro de Detenção e Ressocialização (CDR).

O município também abriga serviços médico-hospitalares, com hospitais, policlínicas e centro de oncologia. Possui ainda serviços automotivos (peças e concessionárias) e um comércio varejista que serve a todos os demais.

 

francisco-beltrao-faculdades-universidades-cursos-superior-graduacao-universidade-paranaense

Campus de Francisco Beltrão da Universidade Paranaense, está presente na cidade desde 2001 e oferta atualmente 17 cursos de graduação presenciais.(Fonte foto: UNIPAR)

Neste setor Francisco Beltrão ainda se destaca como centro de educação, como três universidades e uma faculdade. Confira:

  • Universidade Paranaense.
  • Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR).
  • União de Ensino do Sudoeste do Paraná (UNISEP).
  • Faculdade de Direito de Francisco Beltrão, mantida pelo Centro Sul-americano de Ensino Superior (Cesul).

 

Índices de qualidade de vida:

  • Atenção à juventude

O título se deve principalmente ao trabalho desenvolvido pelo Centro da Juventude, inaugurado em Francisco Beltrão em 2013, e que atende adolescentes entre 10 e 18 anos.

No espaço, jovens em situação de vulnerabilidade e risco social têm acesso à cultura e às artes de modo geral (dança, teatro, grafite, música e arte circense).

Eles ainda participam de escolinhas de diversas modalidades e de eventos esportivos e tecnológicos que estimulam a formação pessoal, profissional e política.

  • Qualidade de vida na terceira idade

O aumento da expectativa de vida da população deve levar cada vez mais brasileiros a procurarem cidades como Francisco Beltrão, para aproveitarem a terceira idade de forma tranquila e prazerosa.

Entre os 348 municípios do Brasil de mesmo porte, Chico Bel ficou na lista dos 40 melhores para viver a velhice.

Foi o que mostrou em 2017 o Índice de Desenvolvimento Urbano para Longevidade, elaborado pelo Instituto de Longevidade Mongeral Aegon em parceria com a FGV.

Para chegar ao resultado o estudo analisou 7 variáveis:

  1. Indicadores Gerais.
  2. Cuidados de Saúde.
  3. Bem-Estar.
  4. Finanças.
  5. Habitação.
  6. Educação.
  7. Trabalho, Cultura e Engajamento.

A cada uma foram atribuídos pesos em alusão às principais necessidades da população na terceira idade. Francisco Beltrão ficou na 37ª posição, com 80.83 pontos.

Quer conhecer mais sobre essa cidade com alto Índice de Desenvolvimento Humano e com expectativa de atingir crescimento populacional de 20,7% até 2040? É só assistir a esse vídeo cheio de bom humor: “Coisas de Francisco Beltrão PR”, do canal Diogo Elzinga.
Ficou com vontade de também mudar para Francisco Beltrão com a família? Então é o momento de comprar imóvel com que conhece a cidade e entende do assunto. Converse com um consultor da SL Imóveis.
Comentários
Posts Recentes
OPORTUNIDADES DE NEGÓCIO?
Bons negócios começam com uma boa conversa. O que você procura?
RESIDENCIALCOMERCIALINVESTIR

Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar