em Economia, Imobiliária - Tempo de leitura: 3 minutos

Concretizar uma conquista, como a casa própria é uma tarefa que exige comprometimento e dedicação.

Isso porque, com o tempo, a rotina de quem vive de aluguel vai se sobrepondo ao caminho que leva à conquista do imóvel próprio. Os boletos chegam, imprevistos aparecem e gastos aparentemente inofensivos distanciam o sonho da realidade.

Por isso, reunimos aqui seis motivos plausíveis para você ter mais foco no seu dia a dia para sair do aluguel. Lembrar-se dessas razões é fundamental para seguir no caminho da casa própria. Siga a leitura!

 

1. Construir seu patrimônio

Sabe a quantia que você enquanto inquilino dispensa todo mês para pagar o espaço onde mora? O mesmo valor pode ser direcionado para a construção de um bem que é seu, e sempre será até que você decida vendê-lo.

Então, sair do aluguel significa deixar de jogar dinheiro no ralo e começar o cultivo do seu sonho em terreno fértil. A cada mês, a cada aluguel, você fica mais próximo de morar em um imóvel próprio. E, pouco a pouco, você enxerga a semente ganhando vida.

Pessoa depositando uma moeda em suas economias para sair do aluguel.

Investir para aumentar o próprio patrimônio é sempre uma boa decisão no longo prazo.

Outra vantagem para sair do aluguel é que, ao decidir se mudar, por exemplo, por qualquer motivo que seja, é possível vender o imóvel e recuperar o dinheiro investido —  o que é impossível de acontecer com a relação inquilino e proprietário.

 

2. Ter a segurança de residência fixa

Por mais que um contrato possa oferecer acordos e algumas certezas em determinado período de tempo, a vida de quem mora de aluguel é sempre permeada por dúvidas de diversos cunhos.

  • Será que o proprietário vai querer renovar o contrato?
  • Qual será o aumento para os anos seguintes?
  • Será possível arcar com os custos mensais do aluguel?

Ao adquirir um imóvel, além de alcançar um objetivo, conquista-se uma segurança patrimonial para você e sua família. De semente, a casa própria se torna uma árvore frondosa, que sempre renderá bons frutos a longo prazo.

Por mais mudanças que aconteçam na vida, haverá sempre um bem disponível para vender, para morar ou, quem sabe, alugar.

 

A decisão é sua e o valor do investimento voltará para seu bolso — mais uma vez, o que é impossível de acontecer no aluguel.

 

3. Deixar sua casa do seu jeito

Sair do aluguel também significa investir em um ambiente com sua cara. Na casa própria, é possível fazer obra, reforma, trocar móveis, conjugar cômodos sem a necessidade de solicitar permissão ao proprietário da casa.

Casal discutindo o projeto de reforma da casa, logo após saírem do aluguel.

Ter a possibilidade de deixar o imóvel com a sua cara é um dos benefícios de sair do aluguel.

Você tem total liberdade para personalizar o imóvel e atender às necessidades da sua família sem medo de ser feliz.

 

4. Ter uma vida com menos burocracias

Há sempre um intermediador entre você e seu imóvel. Para resolver problemas cotidianos, que vão desde pequenos reparos até contratos de fiança, você precisa dispensar um tempo para dialogar com o proprietário da casa ou com uma corretora.

 

Sair do aluguel significa deixar essa vida de cartório, autenticações, taxas e intermediadores para trás.

 

Sua única responsabilidade é morar naquele canto que pode chamar de seu — e, portanto, tomar decisões por si mesmo.

 

5. Ganhar com a possível valorização do imóvel

Se você mora de aluguel em um mesmo local por mais de cinco anos, provavelmente já assistiu à valorização de um imóvel que não é seu.

E o que aconteceu? A melhora pesou no seu bolso, pois o proprietário certamente aumentou o valor da locação — justo, é claro.

Pessoa segurando um gráfico de crescimento positivo, representando a valorização de um imóvel. O que representa mais um motivo para sair do aluguel.

O tempo sempre premiará o proprietário do imóvel com valorização.

Acontece que, ao sair do aluguel e ir para a casa própria, quem ganha com a valorização do imóvel é você. Porque, além de desfrutar dos benefícios de fixar residência em um local mais privilegiado, você não pagará mais um centavo por isso e ainda poderá colher frutos financeiros, caso deseje vendê-lo.

 

 

6.  Investir na casa própria está mais fácil

São diversas opções de financiamento e de imóveis. Se você deseja um investimento mais baixo, é possível comprar um terreno e construir a casa que sempre sonhou. Se o desejo é já encontrar algo pronto, há também opções para todos os bolsos.

Motivos não faltam para sair do aluguel: construir um patrimônio para você e sua família, morar em um ambiente que tem sua cara, seu jeito e, claro, ter a segurança de uma residência fixa.

Agora que já conhece todos eles, é hora de avaliar o que afasta você da conquista da casa própria. E nós queremos saber: conta para a gente, deixando seu comentário neste artigo!

Comentários
Posts Recentes
OPORTUNIDADES DE NEGÓCIO?
Bons negócios começam com uma boa conversa. O que você procura?
RESIDENCIALCOMERCIALINVESTIR

Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar