em Imobiliária, Loteamentos - Tempo de leitura: 3 minutos

Um lugar tranquilo para morar é sinônimo de comodidade, bem-estar e qualidade de vida. Afinal, nada melhor do que desfrutar de bons momentos no local onde você vai passar boa parte da vida, seja com a sua família, com os amigos e até mesmo sozinho.

Mas, antes de avaliar os aspectos externos, é preciso reconhecer a própria rotina e expectativas de moradia.

Por isso, o segundo passo para escolher um lugar tranquilo para morar, sobre o qual falaremos neste artigo, é observar alguns pontos no entorno do imóvel: vizinhos, comércio, trânsito, áreas comuns, segurança etc.

Portanto, reunimos uma lista do que deve ser analisado antes da escolha. Vamos conhecer as dicas na prática? Siga a leitura!

 

1 – Verifique o que há nas proximidades

Esse é o item um da lista, por motivos óbvios: a tranquilidade da sua moradia está diretamente ligada à localização do imóvel. Observe se a casa ou apartamento está próximo a bares, casas noturnas, igrejas, hospitais ou escolas. Esses são locais que costumam ter muito barulho e, portanto, pode se tornar um impeditivo às horas de silêncio.

Além do mais, são estabelecimentos onde o fluxo de pessoas é grande, o que pode causar mais engarrafamentos em horários de pico. E é exatamente o que você não deseja encontrar quando estiver chegando em casa, certo?

Foto de uma vizinhança calma, um lugar tranquilo para morar.

Verificar a região com antecedência é importante para quem quer um lugar tranquilo para morar.

Outro ponto a ser observado ao escolher um lugar tranquilo para morar é o trânsito nas proximidades. Como é o caminho para a chegada e saída do imóvel? Há mais de uma opção para fugir de engarrafamentos? Vale destacar que a qualidade de vida e tranquilidade passam pela quantidade de horas que você perde no carro. Escolha locais onde o trânsito flua melhor.

 

2. Analise a segurança no entorno

Iluminação pública e fluxo de pessoas são determinantes para a segurança do bairro onde está localizado o imóvel. Observe se a rua é bem iluminada, se as pessoas fazem atividades a pé, se há, por exemplo, uma praça no entorno.

No que diz respeito ao ambiente privado, seja condomínio ou casa, verifique se há sistema de alarme, câmeras ou cerca elétrica. Esses dispositivos ajudam a tornar o imóvel um lugar tranquilo para morar.

 

LEIA TAMBÉM: Segurança da casa: garanta enquanto viaja de férias 

 

3. Faça pesquisas

Não se intimide ao perguntar sobre a localidade do imóvel. Converse com a imobiliária, busque moradores nas redondezas, conheça seus possíveis vizinhos e investigue como é a relação das pessoas com o local.

É uma moradia tranquila? Quais são os principais problemas enfrentados no dia a dia? Há muitas ocorrências por assalto ou furto? Como é a estrutura de lazer nas redondezas?

Essa é a hora de coletar as informações que são mais difíceis de enxergar a olho nu — aquelas particularidades que somente quem vive no local sabe.

 

LEIA TAMBÉM: Como saber se a imobiliária é confiável? 

LEIA TAMBÉM: Financiamento ou empréstimo: qual é o melhor para comprar imóvel? 

 

4. Visite o local

Mesmo que você já tenha colhido todas as informações com vizinhos, amigos e os profissionais da imobiliária, é essencial que você visite o local em diferentes horários e perceba como é a experiência.

Dê preferência a horários de maior fluxo de pessoas, no momento de saída para o trabalho ou escolha a hora do fim de expediente para analisar se é um lugar tranquilo para morar.

Duas crianças brincando com num lugar tranquilo para morar.

Visite também o local durante o fim de semana. Saber se seus vizinhos costumam dar festas frequentemente e como é o tipo de diversão nos dias de descanso pode fazer diferença para tornar o lugar mais tranquilo.

 

 

5. Observe a infraestrutura

A situação do imóvel também deve influenciar a escolha de um lugar tranquilo para morar. Contar com um imóvel em boas condições de uso evitará reformas e surpresas indesejadas com o passar dos anos. Além disso, observe se a infraestrutura do local atende às suas expectativas de lazer e conforto.

Outras características essenciais são o saneamento e abastecimento de água, proximidade de transporte público, acesso a shoppings, farmácias e supermercados — itens indispensáveis quando o assunto é tranquilidade.

Foto de uma família que encontrou um lugar tranquilo para morar.

Confira a disponibilidade dos serviços nas imediações do local que deseja morar.

Escolher um lugar tranquilo para morar exige atenção e um pouco de paciência. Afinal, as desvantagens de um local nem sempre ficam tão evidentes no momento da venda.

É preciso estar atento aos detalhes e observar a dinâmica do local durante certo tempo, seja conversando com outras pessoas, seja em visitas espaçadas. O mais importante é a qualidade do imóvel a ser adquirido e o bem-estar da própria família, não é mesmo?

E, então, gostou das nossas dicas? Qual é sua principal dificuldade na hora de escolher um local para morar? Deixe seu comentário neste post.

Comentários
Posts Recentes
OPORTUNIDADES DE NEGÓCIO?
Bons negócios começam com uma boa conversa. O que você procura?
RESIDENCIALCOMERCIALINVESTIR

Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar